Posts

Acne tardia

Imagem: Getty Images

 

 

A acne está normalmente associada à fase da adolescência. Mas um estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia em parceria com um laboratório de dermocosméticos mostrou que a acne é um dos problemas que mais levam as mulheres ao consultório dermatológico.

O estudo apontou a média de incidência aos 26 anos de idade – período no qual as mulheres normalmente deveriam estar começando a se preocupar em começar a prevenir os sinais do tempo.

Segundo pesquisa realizada pela Avon, grande parte das brasileiras (até depois dos 30 anos) mencionam a acne, suas consequências e a oleosidade da pele como os problemas com beleza que mais as incomodam.

Mas o que pode causar a acne tardia?

 

– Uso de cosméticos inaequados para o seu tipo de pele:

Embora ainda tenha gente afirme que usar maquiagem todo dia ajuda a dar acne, o problema não está na frequência do seu uso, mas no tipo de produto usado e até se este se encontra no prazo de validade.

Devemos ficar atentas ao escolher produtos adequados ao nosso tipo de pele.

Se tem pele oleosa, produtos “oil free” ou que deem aparência mais sequinha.

Quem tem pele seca, deve procurar produtos mais emolientes.

Quem tem pele normal tem uma facilidade maior, mas deve ter cuidado para não escolher produtos com muita concentração de hidratantes.

O mesmo vale para os cuidados diários com a pele – sabonete, hidratante, antiidade.

Está em dúvida sobre qual o seu tipo de pele? Procure a ajuda de um dermatologista, que irá orientá-la e sugerir produtos.

 

– Stress e problemas hormonais:

A vida corrida de hoje em dia, pode desencadear o stress que além de problemas nervosos, pode acelerar a fabricação de óleo pelas glândulas sebáceas, originando o stress.

Desequílibrios hormonais, como a síndrome dos ovários policísticos, problemas na tireóide, entre outros, também podem desencadear um quadro de acne tardia.

Manter uma atividade física regular – para “desopilar” o organismo e produzir endorfinas – e manter em dia as visitas ao ginecologista e endocrionologista podem ajudar a detectar alguma alteração e seu tratamento adequado  podem ajudar a contornar o problema.

 

– Alimentação:

Não estamos falando das lendas de que “chocolate e amendoim dão espinhas”, mas de alimentação desregrada, consumo de alimentos com alto teor de gordura, baixa ingestão de fibras, água, frutas, verduras e legumes.

Ninguém nasceu para comer só salada, mas se exagerar sempre a sua pele dará o alerta.

 

– Manutenção incorreta da pele:

Gosta de usar maquiagem todos os dias? Pois saiba que a limpeza da pele no fim do dia é tão – se não mais importante – que a qualidade dos produtos que usa.

Não esqueça de retirar a maquiagem adequadamente e usando produtos específicos para o seu tipo de pele, sem deixar vestígios.

A pele estará renovada, livre de resíduos, inclusive de poluição. Por isso esta etapa é tão importante.

Ao acordar e antes de aplicar seus produtos do dia a dia, a mesma limpeza é necessária para preparar o rosto para receber a maquiagem e até ajudar no seu efeito prolongado.

 

 

Depois que a acne aparece e sua causa detectada, não esqueça que outros cuidados são importantes como: tratamento adequado (e com o produto ou medicação indicados para o seu caso), limpeza de pele com um bom profissional e evitar mexer nos cravos e espinhas em casa, o que ajuda a dar manchas, cicatrizes ou até agrava o problema, gerando inflamações.

 

(Fontes para esta matéria: Boa Forma Beleza e Portal Bolsa de Mulher)

Colaborou para esta matéria: Juliana Pazuello

 

 

 

5 Comentários

  1. Juliana

    28 de outubro de 2010 em 19:24

    É muito ruim mesmo! Eu já tenho 33 anos e sempre tive a pele oleosa, poros enormes. Tomo anticoncepcional Diane 35 desde os 15 anos e lá pelos 27 tomei Roacutan, 7 meses, mas mesmo com tudo isso minha pele ainda é oleosa. Geralmente não tenho espinha, mas nessa última semana não sei o q aconteceu q apareceram várias enormes, tipo feridas. Minha pele é horrível.

  2. Ana Paula

    25 de outubro de 2010 em 13:49

    Eu tenho ovários policísticos então as espinhas fazem parte da minha vida desde sempre. Quando tomava hormônio minha pele ficava bem, mas agora estou proibida. Portanto, tenho que cuidar muito bem do meu rosto e mesmo assim não fico livre das acnes.

  3. Laura

    25 de outubro de 2010 em 13:21

    Eu tenho essa bendita da acne tardia.

    Já me falaram que o que trata acne adulta é Roacutam, mas ainda prefiro tentar outros tratamentos.

    Bjs!

  4. Denise Mercedes Lope

    25 de outubro de 2010 em 06:41

    Eu tenho essa acne tardia e sofro!!!

    Das causas que vc menciona, certamente o stress e a alimentação são as mais recorrentes para mim!

    Agora limpar o rosto e usar produtos adequados já virou hábito e não largo mesmo!!!!

    Muito bom o post!

    Bjs

  5. Jú Vasconcelo

    25 de outubro de 2010 em 06:39

    Nesses últimos dias minha pele tá bem revoltada rsrs

Deixe sua opinião ou comentário