Posts

BB Cream Clinique

DSCN2502

 

 

Quem acompanha o blog sabe que sou fã dos BB Creams, especialmente os orientais. Meu preferido é (era) o Missha Perfect Cover, que uso há anos. Ou melhor, usava, porque de uns meses para cá ele começou a me dar muitas espinhas e cravos.

[E era o BB Cream da Missha mesmo. Porque parei de usar, usei um dia para testar e espinhas apareceram em questão de horas]

Foi quando, na última limpeza de pele que fiz, a Adriane Ferro (quem cuida da minha pele) me sugeriu esse BB Cream da Clinique. Como estava de viagem para a Argentina, aproveitei a passagem pelo free shop para comprar um e testar.

Esse passo simples na sua rotina oferece à sua pele tudo que ela precisa em um único produto: proteção solar (FPS 30), antioxidantes para prevenir sinais e uma cobertura na medida certa para disfarçar imperfeições. Além dos benefícios, também funciona como primer.

Fórmula livre de parabenos, sulfatos e ftalatos

Disponível em três tons: 1 (para peles muito claras, subtom rosado), 2 (peles claras, subtom amarelado), 3 (peles de tom médio, subtom amarelado)

Embalagem com 40 ml

Preço: U$ 37

Ainda não disponível no Brasil. Por enquanto, está à venda somente em duty free estrangeiros (os dos Brasil ainda não tinha) e nos EUA.

 

Comprei o tom 3, que irei mostrar aqui:

BB Cream Clinique, tom 03 (o mais escuro)

 

  

Esquerda: pele sem nenhum produto. Fiz uma marca para vocês terem noção da cobertura.

Direita: Pele com o BB Cream espalhado, quantidade moderada de produto.

 

Avaliação Geral:

Achei um BB Cream excelente para quem tem pele sensível, com rosacea e tendência à acne. Apesar de a textura parecer espessa, a pele absorve bem o produto.

A cobertura é média, mas pode ser construída com uma camada maior de produto. A desvantagem é que, fazendo isso, a pele fica com uma aparência levemente brilhante – nada que lembre um poço de óleo. É um brilho “viçoso”, mas que quem odeia traços de oleosidade na pele pode confundir com acabamento oleoso.

Recomendo também para quem tem pele oleosa porém, se você gosta de acabamento matte, saiba que esse BB Cream não tem esse tipo de efeito. Você terá que complementar com um pó matificante para tirar o brilho da pele.

A questão do brilho na pele também aparece em dias muito quentes. É necessário um retoquezinho com pó ao longo do dia nessas ocasiões.

Apesar de a marca dizer que o tom 3 é para pessoas com pele de subtom amarelado, achei o tom do produto rosado. Por esse motivo e para não ressaltar o brilho na pele – até porque testei em dias quentes – aplico uma camada mais fina de produto. Uso o pincel F80 (flat top) da Sigma para fazer a aplicação. Evito usar os dedos com esse tipo de produto, que tende a oxidar. Mas já precisei aplicá-lo com as mãos e não percebi oxidação com esse BB Cream.

Achei um BB Cream excelente para quem tem pele sensível e com tendência à acne. Desde que comecei a usar, não tive nenhuma reação como empolação sensibilidade, manchinhas vermelhas e espinhas. Usando em conjunto com produtos antiacne, o BB Cream ajudou a manter os resultados destes produtos e a pele bem cuidada e protegida.

A questão do brilho na pele não me aborrece, até porque os dias estão quentes e não existe produto que resista ao efeito do calor. Aplico uma camada fina de pó matificante (uso o Blot ou o Studio Careblend da MAC), usando um pincel –  que dá um efeito ótimo sem pesar nem ficar “com cara de pó”.

Também uso o Porefessional (Benefit) após o BB Cream, quando quero uma aparência mais lisinha na pele.

 

Gostei tanto desse BB Cream e me senti tão segura com o efeito dele na minha pele atualmente sensível que até comprei mais um de backup, já que ainda não está à venda aqui (nem na Loja Glamourosa, que é onde costumo fazer minhas compras internacionais).

 

Deixe sua opinião ou comentário