Posts

Beauty Blender como se deve (ou não) usar a esponjinha

 

A “esponja tipo coxinha”, como carinhosamente chamo ou Beauty Blender (marca oficial da primeira esponja deste tipo) e similares foram uma descoberta que revolucionou a maneira que muita gente aplica a maquiagem de pele.

Foi idealizada durante uma aula de maquiagem de efeitos especiais, com a finalidade de tornar a maquiagem com a aparência melhor nas TVs de alta definição – na época ainda não existia toda essa gama de produtos próprios para HD.

É feita de um material diferente das esponjas de maquiagem regulares, pois foi concebida para absorver a água. Quando a água é absorvida pela esponja, significa que a mesma não vai absorver o produto que esteja usando, já que a água ocupa o lugar/espaço destinado a ele.

A cor original (rosa) foi acidental. A fábrica que estava desenvolvendo o produto mandou o proptótipo da esponjinha na famosa cor da primeira edição e sua idealizadora , Rea Ann Silva, apaixonou-se imediatamente pela cor.

Confesso que tenho fases de amor e menos amor por ela e, depois que conheci a Miracle, da Real Techiniques e as versões genéricas menores (micro mini, como é chamada pela marca original) estou novamente in love com as esponjinhas.

 

Beauty Blender na versão mini

 

Esponja Miracle, Real Techiniques – minha favorita atualmente

 

Todo mundo que usa essas esponjinhas sempre tem uma “manha” que adapta melhor seu uso – a minha é molhar e retirar o excesso de água dela envolvendo-a na Makeup Eraser, aquela toalha que retira a maquiagem, Toalha de microfibra também faz bem esse papel.

Mas quem é PRO tem muito mais dicas. E, foi lendo um artigo no site do Wayne Goss que achei legal dividir algumas destas dicas aqui:

 

Prefira usá-la molhada:

 

Molhada, ela praticamente dobra de tamanho.

Então, ponha debaixo da torneira, encharcando-a completamente e depois aperte-a para retirar o excesso de água – é aí que entra a minha dica de fazer isso usando uma toalha de microfibra. Acho que fica úmida, aumenta o tamanho, mas não fica ensopada.

O uso dela molhada faz gastar menos produto, evitando o desperdício. Quando seca, ela vai acabar exigindo que você use mais produto – mais ou menos o que acontece quando aplicamos a base com as mãos.

 

Use-a dando batidinhas no rosto e não arrastando-a, como se fosse um pincel:

O movimento de arrastar a esponja não dá uma cobertura uniforme. Aplicar o produto dando batidinhas traz uma cobertura uniforme e mais natural, pois cria uma textura parecida com a natural da pele.

 

Use-a também para aplicar produtos em pó:

Você pode – e deve – usar sua “esponja coxinha” para aplicar pó e fazer contorno.

O movimento de batidas para aplicar produtos em pó vai dar mais cobertura e maior controle da quantidade de produto.

Vi uma dica que o maquiador da Kylie Jenner (Ariel  Tejada) ensinou-a a usar a Beauty Blender molhada para aplicar pó finalizador, evitando assim que fique com aquela “cara de pó”. Testei e não é que funciona?

Amei, tanto que, na maioria das vezes, especialmente sobre bases mais leves ou com finalização mais hidratante, só aplico com a esponjinha molhada.

 

Não deixe-a muito tempo sem lavar: 

Lave-a pelo menos uma vez por semana (até antes disso). Como é usada molhada, necessita uma frequência maior de lavagens para evitar a proliferação de bactérias.

O ideal é usar um sabão neutro, shampoo de bebê ou mesmo o detergente próprio fabricado pela Beauty Blender.

Não use sabão com muita química ou muito abrasivos, pois pode comprometer a superfície e diminuir a eficácia da esponja.

Costumo lavar a minha com sabão de coco líquido ou deixá-la imersa por uns minutos em uma mistura de água morna, sabonete de bebê e 3 ou 4 gotas de óleo de melaleuca  – que não só ajuda a limpar mais rápido, como também tem ação bactericida. 

 

Existem outros usos:

Tem gente que não usa a “coxinha” apenas para maquiagem. Ela também serve para se livrar das manchas que os desodorantes deixam nas roupas, para criar efeitos de nail art, diminuir o frizz dos cabelos, aplicar hidratantes e primers (foi até lançada uma esponja branca, de textura mais suave, exatamente para este fim)…

Sua idealizadora também a indica especialmente para retoques, não com o uso de mais produto, mas para “reblend“, ou seja, reposicionar o produto novamente na pele. A versão Bloterazzi (ideal para remover a oleosidade da pele ao longo do dia) pode ter tido esse uso como ponto de partida.

Neste vídeo, esta Youtuber (Zabrena) mostra como aplicar vários produtos – blush, sombra e até batom, usando a esponjinha:

Deixe sua opinião ou comentário