Posts

Desafio @blogandocomamor: Minha nécessaire

Necessite desafio bca

 

No início deste mês topei o desafio das meninas do instagram @blogandocomamor, que são todos ligados ao tema do blog.

Esta semana, pediram para mostrar minha nécessaire e os produtos que estão nela.

No início do ano já havia feito um vídeo mostrando o que levava, mas, tive que começar a usar uma nécessaire menor, por causa do tamanho das bolsas que tenho usado atualmente – e porque a outra estava pesando muito…rs

A que estou usando atualmente comprei em 2012 em uma loja de Buenos Aires chamada Morph. Foi super barata e ainda tem o material e estampas idênticos a uma que a MAC havia lançado em uma das coleções de fim de ano. Comprei para fazer conjunto com a MAC, que levo em viagens.

O que levo nela:

 

  • Álcool Gel: este meu é da Bath and Body Works, o último do meu estoque de viagem.
  • Caneta
  • Lencinhos umedecidos: adoro o “hora de brincar” da J&J. A Renata me indicou e, desde então, não vivo sem eles. Chego a ter um pacote em casa e outro na bolsa. Inclusive, são ótimos para dar uma limpeza express nos pincéis após o uso e até mesmo no rosto. Podem ser usados em roupas, superfícies…Por isso, não vivo sem eles.
  • Pente: recebi esse em uma das Glambox e sempre levo na bolsa por ser ótimo de usar e não ocupa muito espaço.
  • Pincéis: para blush, retoques e corretivo.
  • Corretivos: atualmente, três estão na minha bolsa. O Tinted Eye Brightener da Bobbi Brown, que dá um “up” na aparência, ótimo para quando estou mais cansada. Um finzinho do Wonder Pencil da NYX, que adoro ter na bolsa, pois posso usar na linha d’água dos olhos, para dar uma refrescada e em torno dos lábios, evitando que o batom ou gloss escorra. E o meu corretivo mais novo, o Fix It da Dior, que tenho usado para retoques.
  • Batons e gloss: Milagre ter só três, normalmente acumulam-se vários, por semanas. Na foto estão: Chili (MAC), porque gosto de ter um batom mais vermelhinho para dar uma vida ao rosto; Rialto (Dior), que é um marsala, mais hidratante – e minha compra mais recente; e o gloss Rouge pur Couture (YSL) na cor 07, porque hidrata muito os lábios e tem um tom bem neutro.
  • Porta comprimidos (latinha vintage), que uso para colocar meus anéis quando vou à academia (depois de ter passado o susto de quase perder minha aliança porque ficou solta na bolsa).
  • Solução e caixinha para lentes: a solução está em um vidrinho de colírio chinês que comprei para experimentar e acabou. Mas é tão bonitinho e ocupa pouco espaço, que aproveitei para levar a velha e boa solução de uso diário, que serve para lubrificar os olhos e limpar as lentes em caso de emergência.
  • Espelho
  • Protetor labial: o que fica na nécessaire é o eos
  • Creme para as mãos (potinho verde): gosto muito da manteiga para as mãos de absinto, da The Body Shop, que coloco um pouco nesse potinho (que era um porta-suplemento) e é bem compacto.
  • Produto para calos e bolhas: vários sapatos costumam me machucar, porque meus pés são muito sensíveis. Esse produto da Band Aid é indispensável para evitar que isto aconteça.
  • Produto anti frizz para os cabelos (embalagem que parece rímel): como trabalho com os cabelos presos, sempre ficam aqueles fios em pé, aparecendo. O Flyaway Tamer, do John Frieda, dá jeito neles com sucesso, sem deixar a raiz oleosa.
  • Escova e pasta de dentes
  • Saquinho com elásticos e prendedores de cabelo
  • Chicletes
  • Cartões com o contato e endereços do blog. O layout deles (assim como o do blog) foi feito pela Milena, do Sugoi-Art

 

Sei que levo muita coisa. Mas passo 2/3 do meu dia fora de casa, no trabalho – para quem ainda não sabe, diferentemente de várias blogueiras, tenho um emprego formal, numa área totalmente diferente à do blog (sou professora de Inglês em uma escola bilíngue de Brasília). Então, preciso carregar um pouquinho de casa na bolsa.

Carregador de celular e analgésicos deixo numa bolsa no trabalho.

 

Semana que vem, volto mostrando o(s) produto(s) que costumo fazer estoque – que, em tempos de dólar a R$ 4, é uma prática que passará a ser rara.

 
 Política de conteúdo e divulgação: 
Os produtos e serviços resenhados e mostrados no DZLBLOG pertencem à autora ou são cedidos pelas empresas ou estabelecimentos em cartáter de cortesia e/ou divulgação. 
As considerações feitas sobre os produtos e serviços testados/mostrados refletem as reais opiniões da editora.
Em caso de publicidade, os referidos posts levarão as "tags" #ad ou publieditorial.

2 Comentários

  1. maggie

    17 de setembro de 2015 em 17:17

    Clau, se ja levas o lencinho de limpeza, o alcool em gel é redundância, menos um peso;
    Se o batom hidrata, pra que o balm?
    Se não trocas de calçado, pra que a fita protetora de bolhas, não bastaria proteger os pés ja com eles ao sair de casa?
    Mas, não irei te sugerir apenas te livrar de peso, hehe, cadê o blush, um mini tint da benefit daria conta?

    Ate as bolsas de couro abandonei completamente, estou nas kipling feitas de tecido levíssimo de paraquedas e de alças largas, laváveis e eternas, que basta colocar um lenço para mudarem de cara ou de formalidade.

    Sucesso para vc e menos peso na bolsa sempre, estou nesta mesma vibração, quando saímos de casa é uma coisa, quando voltamos, pesa uns 10kg a mais. Não quero isso mais pra mim não.

    1. Clau

      17 de setembro de 2015 em 23:04

      Então, Maggie…
      Primeiro, bolsa de professora é quase um cinto de utilidades.
      Os álcool gel só serve para as mãos e só o mantenho pelo cheirinho. Já os lencinhos podem ser usados para higienizar várias superfícies e até mesmo limpar roupas, se precisar.
      O batom hidrata, mas só quem mora em em Brasília sabe o quão ele é indispensável durante o dia, mais que o batom.
      Quanto ao protetor para bolhas é outra coisa indispensável, já que trabalho de crocs e estas machucam meus pés. Sem contar que volta e meia saio de casa com pressa e só vou me lembrar de proteger os pés quando começo a andar e vejo que o sapato vai machucar.
      Blush realmente faltou. Tint da Benefit não gosto, nem tenho.
      Não me importo de ter peso na bolsa, já que, na maior parte do dia ela está no armário.
      Já abrir mão da bolsa de couro, mesmo sintético, sem chances. Não gosto das de nailon ou lona, já usei, hoje em dia não têm muito a ver com o meu estilo.

Deixe sua opinião ou comentário