Posts

E tenho uma Naked, finalmente…

DSCN2185

 

 

No You Tube e até aqui no blog, várias leitoras me pediram tutorial com a paleta Naked, da Urban Decay. E nunca fiz simplesmente porque não tinha uma. Quando a marca lançou a primeira versão pensei: “Poxa, tenho tantas sombras pareceidas, desnecessário…“. Quando lançaram a segunda (essa da foto), também não me empolguei, sob o mesmo argumento.

Até que mês passado deu a louca e eu cismei que queria uma Naked 2. Pedi a minha na Loja Glamourosa e chegou há umas 2 semanas (demorou aproximadamente um mês para chegar, sem taxas).

A mais aguardada sequência da paleta de sombras mais popular da década, traz 12 diferentes tons, neutros e pigmentados, que vão do bege básico ao preto carbono, passando por tons cheios de cintilância e brilho. 

Esta coleção de sombras faz com que você consiga fazer vários looks neutros, olhos esfumados dramáticos, e tudo entre um e outro.

A paleta também apresenta uma miniatura do Lip Junkie Lip Gloss em Naked, e um pincel de duas pontas, Good Karma Shadow/Crease Brush (disponível apenas nesta paleta).

Kit com 12 sombras (1,3 g cada), um gloss e um pincel.

Preços:

R$ 250 (no Brasil, na Sephora)

R$ 160 – valor aproximado – na Loja Glamourosa, com o desconto do blog.

U$ 50 (EUA)

As cores:

Da esquerda para a direita: Foxy, Half Baked, Booty Call, Chopper, Tease, Snake Bite, Suspect , Pistol, Verve, YDK , Busted, Blackout

 

 

Da esquerda para a direita: Foxy (tom de manteiga, matte), Half Baked (dourado com muito brilho e cintilância), Booty Call (tom de manteiga, com uma leve cintilância), Chopper (dourado acobreado metlálico e com glitter),  Tease (tom de taupe acinzentado, que algumas pessoas costumam chamar de “rato”, em português), Snakebite (marrom escuro metálico com cintilância dourada)

Da esquerda para a direita: Suspect (bege dourado levemente acinzentado, com cintilância discreta), Pistol (cinza metálico), Verve (parece que é um tom de champanhe metálico mas, em mim, puxa para o prata), YDK (dourado acobreado metálico – um pouco mais frio que o da Chopper),  Busted (marrom bem escuro com cintlância prateada leve), Blackout (preto matte, super pigmentado)

 

O pincel: 

Lado mais macio, para esfumar e fazer côncavo

Lado mais compacto, para aplicação mais concentrada, delineado ou para aplicação da sombra molhada

 

Avaliação Geral:

Já sabia que o dia que tivesse uma Naked esqueceria por um bom tempo das outras sombras que tenho.

[Aliás, esse sempre foi um dos pretextos que me faziam relutar tanto em comprá-la]

Desde que chegou não tem um dia que não use pelo menos um dos tons.

Na paleta tem cores que sempre fiquei de olho: Half Baked, Chopper, YDK – um dos meus “argumentos mentais” para comprá-la.

O pincel é maravilhoso e um dos “fatores tentação” que também me motivaram a comprar a Naked.

Todos os tons, mesmo os matte, são macios e pigmentados. Um pouquinho de sombra já dá cor e efeito.

Meus tons favoritos são o Tease (que tenho usado para corrigir sobrancelha), Suspect e Foxy – uso muito essa dupla no dia a dia.

A Foxy, por sinal, apesar de ser matte, fica ótima quando você quer quebrar um pouco a cintilância/ efeito metálico de um dos tons ou pata usar no canto interno, para dar uma levantada no olhar.

A seguir minha combinação favorita:

Suspicious em toda a pálpebra e Foxy apenas na parte interna.

 

É uma paleta super versátil, que atende a todos os tons de pele. Com ela, dá pra fazer desde a maquiagem mais basica até maquiagem de noiva.

Do tipo “dá pra levar só ela para uma ilha deserta e se virar por meses, sem enjoar”.

 

Não é barata, mas acho um ótimo investimento, principalmente para quem está começando a montar seu kit de maquiagem.

 

 

 

 

 
 Política de conteúdo e divulgação: 
Os produtos e serviços resenhados e mostrados no DZLBLOG pertencem à autora ou são cedidos pelas empresas ou estabelecimentos em cartáter de cortesia e/ou divulgação. 
As considerações feitas sobre os produtos e serviços testados/mostrados refletem as reais opiniões da editora.
Em caso de publicidade, os referidos posts levarão as "tags" #ad ou publieditorial.

1 Comentário

  1. Fabricia

    31 de dezembro de 2012 em 07:58

    Linda! Quero uma também!!

Deixe sua opinião ou comentário