Posts

Electric Cool Eyeshadow, MAC – resenha detalhada

 

Quando fiz a resenha geral da coleção Electric Cool, disse que iria testar melhor a sombra híbrida da MAC antes de dar minha opinião final sobre ela.

A marca a descreve como “sombra com pigmentos carregados de eletricidade se juntam com alta cintilância, resultando no máximo desempenho em cor e textura”.

Em termos práticos, ela pode ser descrita como uma sombra híbrida = combinação de textura que fica entre o creme e o pó. Tem aparência de uma maquiagem em mousse (só que mais firme) e seu acabamento é mais seco, como se fosse um pó “mais cremoso”. Outras marcas como L’Oreal (por enquanto, apenas no exterior) e Chanel (a precursora deste tipo de sombra) também têm sombras nesta fórmula.

Na últimas semanas, testei essa sombra em diversas condições, inclusive a de calor extremo senegalês.

Vamos ver como ela se saiu? O tom dos testes é o Superwatt (foto acima).

Antes uma comparação do tom dela com outras sombras que já tinha – de outras texturas também:

Acabamento e swatch da Superwatt, no detalhe: 

Teste com a sombra sem primer:

Recém aplicada

No fim do dia

Teste com o primer da Stila (Prime Pot):

Recém aplicada

No fim do dia

Teste com o primer da Too Faced (Shadow Insurance): 

Recém aplicada

No fim do dia

Depois que fui me lembrar que poderia ter testado com o primer da Urban Decay, mas acredito que o resultado teria sido bem semelhante ao do primer da Too Faced, já que ambos tem a capacidade de fixação bem parecida.

Avaliação Geral:

A sombra foi testada em dias de muito calor. Talvez, na época mais seca ou amena o resultado e durabilidade fossem melhores.

Me surpreendi na comparação entre o Prime Pot vs Shadow Insurance que, para minha surpresa, o lado com o primer da Too Faced (Shadow Insurance) manteve a sombra mais intacta que o primer da Stila – que considero “ninja”.

Outra coisa que percebi é que essa sombra precisa de várias camadas para que tenha desempenho e durabilidade maior. E que um primer antes é indispensável.

Notei também que, quanto mais pigmentado o tom, maior a durabilidade – experimentei a Coil (dourada) na loja e achei a durabilidade dela maior que a desta.

Não é aquela sombra pra você usar e ficar intacta o dia todo mas, o acabamento e brilho que ela tem dá um efeito lindo, que parece molhado e não é pegajosa, nem talha. Se adapta bem à pálpebra e não acumula, nem vai deixando aquelas linhas nas dobrinhas conforme vai saindo.

Comparada com a Chanel (Illusion D’Ombre), diria que, apesar de híbridas, as texturas são diferentes. A MAC é mais “fofinha” e macia, mais fácil de espalhar e esfumar. A Chanel é mais firme, sequinha e tem maior aderência na pálpebra, além de uma fixação bem maior. Mas, dependendo do tom da sombra Chanel, são necessárias várias camadas para que a cor apareça mais. A Electric Cool já tem essa vantagem sobre a da marca francesa, é mais pigmentada e a cor aparece logo, especialmente nos tons mais vivos.

Outro detalhe que achei a da MAC superior à Chanel é o brilho com aparência de molhado que a primeira tem.

Qual gostei mais? Depende do resultado que pretendo ter.

A Chanel tem cores lindas, porém, mais tradicionais e muito brilho, o que às vezes pode ficar exagerado para usar de dia. Porém, a fixação é maior.

As MAC têm um pouco menos de brilho/glitter e uma gama de cores mais variada, o que as tornam mais versáteis. Mas a fixação é um pouco menor.

As sombras Electric Cool estão à venda nas lojas físicas da MAC (RJ, SP, Campinas, BH, Vitória, Salvador, Recife, Porto Alegre, Curitiba e Brasília) e na Sephora online. São de edição limitada, portanto, só poderão ser compradas até que os estoques das lojas acabem.

2 Comentários

  1. Gabi S.

    30 de outubro de 2014 em 10:13

    Clau, e com relação a sombra color tattoo, você acha que são semelhantes em termo de textura e aplicação?
    As cores são bem parecidas…

    Beijos!

    1. Clau

      30 de outubro de 2014 em 10:48

      As Color Tattoo são semelhantes aos Paint Pots, tanto na textura quanto aplicação.

      As Electric Cool corresponderiam às Illusion D’Ombre da Chanel, pois são híbridas – algo entre o mousse/creme e o acabamento final é seco.
      Bjs

Deixe sua opinião ou comentário