Posts

Escova Perfect Liss, Tânagra

Imagem: Mais Usados

 

[Post originalmente publicado em maio de 2011 e o segundo mais acessado do ano]

Comentei no “Mais Usados” de março (2011) que fiz essa escova, mas que ainda faria uma resenha dela para vocês. Estava aguardando para fazer o retoque da coloração e ver como ela “reagiria”.

Antes de falar dela, vou explicar porque sou adepta das “progressivas” e selagens.

Meu cabelo é liso, mas “reage” demais a umidade, tendendo a “inchar”.

Para tentar contornar um pouco a situação “puff” dele, anos atrás me indicaram recondicionamento térmico, “mais suave” que a antiga “escova japonesa”. Na época, fiz uma escova à base de amônia (Wellastrate), quando as opções eram essa ou a já famosa “japonesa”. O resultado foi bom nas primeiras aplicações, mas com o tempo as pontas ficaram com a aparência, “esticada” e o cabelo ressecou muito, mesmo com hidratações constantes.

Depois parti para a escova com formol, com a qual me dei super bem. Tinha um cabeleireiro no RS que entendia à beça dessas escovas e durante todo o tempo de uso (mandava vir uma escova do Rio, a site da marca) meu cabelo nunca teve nenhum problema de ressecamento, reação alérgica, queda, nada.

[Não vamos entrar no mérito do uso do formol ou não. Sei dos riscos e optei por assumi-los, embora considere que a exposição a este 4 vezes ao ano não irá causar maiores danos à minha saúde, já que não sou alérgica. Médicos são muito mais expostos ao formol que as pessoas que fazem progressiva. Mas isso é a minha opinião e, como disse, foi um “risco” o qual decidi assumir]

Chegando aqui em Brasília, não encontrei nenhum salão que se prontificasse a aplicar a escova que estava habituada a usar e comecei a fazer a “selagem”(que nada mais são que progressivas com nome disfarçado) que o salão que frequentava disponibilizava. Uma delas (da Sunshine) tinha muito mais formol que a que mandava vir do Rio, tanto que só fazia de seis em seis meses, de tanto que demorava para que o efeito saísse. Acabei desistindo pelo preço e pelo atendimento do salão, apesar de ter gostado da escova.

Cheguei a fazer em outro local, mas a durabilidade não foi a mesma.

Isso é um fator que conta muito, já que de mensalmente retoco minha coloração

Foi então, que numa ida à uma loja de cosméticos, descobri esta escova da Tânagra, que tem o mesmo nome de uma escova muito boa, feita nos melhores salões do Rio.

Hidratante Capilar Condicionante Kerapower Perfect Liss

Efeito de redução de volume progressivo, podendo chegar ao alisamento temporário.

Fórmula natural, sem formol e compatível com todos os tipos de cabelo.

Além de permitir a redução de volume, próxima a um alisamento temporário, promove hidratação e reconstrói a fibra capilar.

Embalagem com 250ml

 

Como o preço era razoável, descrição de uso parecia atendier bem ao meu caso e o método de aplicação bem simples, decidi arriscar.

A marca sugere que se use a linha toda para um melhor resultado. Trouxe para casa esse “hidratante”, shampoo e condicionador da linha.

O método de aplicação é bem simples, a marca até disponibliza vídeo no You Tube mostrando:

 

 

 

Fiz exatamente como o vídeo mostra. Só na parte da finalização que não usei o leave in deles, porque como tenho um muito bom em casa (MoroccanOil) e esta etapa é apenas um complemento ao tratamento, optei por usar o meu mesmo.

E em nada influenciou no resultado

A Perfect Liss não tem nenhum cheiro de formol, apesar de soltar aquela fumaceira típica das escovas “recondicionantes”.

O processo não foi muito demorado, mais ou menos 1 hora – levem em conta que não tenho a agilidade de um profissional.

Os cabelos ficaram hidratados, macios, com brilho e o resultado da escova ajudou bastante a controlar a reação à umidade. Não ficaram minguados nem oleosos demais na raiz.

O único ponto negativo foi que desbotou demais a coloração. Então, quem usa tintura em tom de vermelho ou castanho, fique atenta a este detalhe.

[Sabendo disso, na próxima vez que fizer vou tentar escurecer um pouco o tom para equilibrar o desbotamento]

A durabilidade foi razoável. Como falei, retoco a tintura mensalmente e isso sempre influi na durabilidade dessas escovas, porque “tira” um pouco da escova.

No caso da Perfect Liss, da primeira vez que retoquei a cor, o fiz apenas na raiz, o que não influenciou muito. Foi até bom que deu um certo volumezinho na raiz, na medida.

Já no segundo retoque, como tive que aplicar a tintura no cabelo todo para corrigir o tom desbotado, percebi que o efeito dela foi praticamente todo embora.

Então, quem colore os cabelos provavelmente terá que refazer a escova a cada mês (caso aplique a tintura na raiz e comprimento) ou a cada dois meses (caso retoque apenas a raiz). Quem faz luzes provavelmente terá que refazer a escova todas as vezes que fizer o procedimento.

A marca indica os retoques da Perfect Liss a cada dois meses

Ainda assim, achei que valeu bastante à pena, pelo preço (o kit com os 3 produtos – shampoo, condicionador e hidratante – saiu em torno de R$ 120 e vai dar para fazer pelo menos mais três vezes) e pela facilidade de fazer em casa, sem depender de cabeleireiro.

 

Os produtos da Tânagra são encontrados em casas que vendem produtos para cabeleireiros ou pelo site da marca.

12 Comentários

  1. Simone

    3 de maio de 2012 em 19:53

    Clau, boa noite.
    Meu nome é Simone e te acompanho há algum tempo no blog. Sou de Brasília também. Te encontrei através do site da Eviane (sou cliente dela). Gostaria que você me passasse tudo que realmente achou desta Escova Perfect Liss da Tânagra. Pesquisando na internet, encontrei alguns relatos como: cheiro de enxofre, cabelo quebradiço, essa escova de inofensiva não tem nada… Enfim, fiquei com certo receio, mas queria uma opinião realmente sincera com prós e contras. Como te acompanho há algum tempo, acredito nos seus conselhos e, como você, também gosto de escovas com formol. Porém, na última vez que fiz, acreditei em um profissional errado e quase fiquei careca. Então, me diga tudo que você pensa. Você continua fazendo esta escova?
    Curto muito seu blog.
    Abraços.

    1. Clau Melo

      3 de maio de 2012 em 20:26

      Olá Simone,
      Não faço mais a escova da Tânagra, nem com formol porque descobri outra que me atendeu melhor, a de carbocisteína.
      Conto tudo aqui nesse post.

      Bjs

  2. Luciana

    28 de agosto de 2011 em 17:22

    Olá Clau,
    no Rio tem tantas marcas né?!
    nunca tinha ouvido falar nessa da Bia deve ser mt boa msm, mais como vc disse tem mais formol,
    essa da Tanagra não tem, fuçando o site da escova da bia tem a escova inteligente de 500ml por R$120, quero uma opinião sua, qual a melhor. Estou querendo uma que diminua o volume sem deixar aquele cabelo super esticado sabe?!
    bjs

    1. Clau

      29 de agosto de 2011 em 10:39

      A melhor da Bia é a Inteligente de Algas.
      Ela diminui o volume naturalmente, sem ficar esticado. Também odeio escovas que deixam as pontas esticadas.

      Bjs

  3. ROSIRENE

    19 de agosto de 2011 em 21:51

    GOSTARIA DE SABER ONDE COMPRAR,E VALOR AGUARDO RESPOSTA.

    1. Clau

      19 de agosto de 2011 em 23:40

      Por favor, tente contato pelo site da marca: http://www.tanagra.com.br/onde_encontrar/

      Não comercializamos nem representamos nenhuma marca de cosméticos. Apenas fazemos resenhas de produtos testados em caráter pessoal

      Att.,

  4. Quésede

    7 de maio de 2011 em 17:11

    Excelente dica!!! Mas como andam parando as chuvas por aqui, vou ficar descansada por um bom tempo (só na escova mesmo)… Quando as chuvas voltarem, terei que me decidir por alguma coisa como esta, que facilite minha cabeleira fina e ondulada!!! hehe…

    1. Clau

      7 de maio de 2011 em 18:23

      Por falar nisso, o tão aguardado post sobre escovas sai terça-feira 😉
      Não será em vídeo, mas acho que ficou bem legal.

      Bjs

      1. Quésede

        7 de maio de 2011 em 18:37

        Puxa, esse post deve ter te dado um trabalhão né? É que profissa que nem vc é muito solicitado mesmo… hehe…

        Não tenho dúvidas de que será mara… como todas as suas resenhas!!!

        Ah… encomendei meu MSF Natural com a Eviane!

        Bjão!!!

  5. Mi

    6 de maio de 2011 em 18:25

    Como já havíamos conversado antes, meu caso é igual ao seu.

    Também assumi o risco do formol, porque meu cabelo fica ridículo com qualquer outra química.

    Então, amiga, te digo: ESSA FOI A MELHOR DICA QUE VOCÊ ME DEU O ANO INTEIRO!!! O/

    =D

    Fiz a da Visat Hair e o cabelo tá massa, vamos ver quanto tempo vai durar. ;D

    1. Clau

      6 de maio de 2011 em 18:50

      Eeeee !
      Detalhes, viu?!

  6. Laura

    6 de maio de 2011 em 08:26

    Estou em dúvida entre essa escova e a da tutanat.

    Me parece que as duas tem um bom resultado e com um precinho amigo.

    Já fiz muita escova com amônia e até gosto do resultado. O problema é que com o tempo as pontas ficam espigadas.

    Bjs.

Deixe sua opinião ou comentário