Posts

Está tristinha? Um cheirinho bom ajuda a melhorar!

Foto: Reprodução

Adoro andar perfumada e acredito que perfumes marcam – momentos bons e ruins e pessoas.

Já deixei de usar perfume porque me lembrou um momento muito desagradável.

Da mesma forma, acho que algumas fragrâncias dão um up quando estamos mais tristinhas.

As minhas três favoritas nessas ocasiões são:

Foto: Reprodução

Daisy, Marc Jacobs:

Diria que é um perfume “bem mulherzinha”.

Segundo a descrição:

“Refrescante e feminino. Daisy remete ao frescor de um buquê floral, envolvente e aconchegante. No coração da fragrância, notas florais de gardênia e pétalas de violeta, envolventes e luminosas. O frescor delicioso do morango, com folhas de violeta e grapefruit vermelho compõem as notas de cabeça. Nas notas de fundo, o musk, um toque de baunilha e madeiras brancas que dão um toque quente e sensual à fragrância.

Uma fragrância floral luminosa, refrescante e feminina, com um toque reluzente. Um retro moderno com a assinatura de Marc Jacobs.”

(Fonte: sacks.com.br)

Feminino, gostoso e leve, porém marcante. Nada invasivo.

Se uso nos dias em que estou mais desanimada, a injeção de ânimo é imediata.

Foto: Reprodução

Miss Dior Cherie L’au, Dior:

A versão “verdinha” do perfume da Dior tem “notas alegres, sensuais e luminosas de gardênia, musk branco, essência de laranja, jasmim e rosas” (Fonte: sacks.com.br)

É um perfume fresco, agradável, perfeito para ser usado em dias quentes.

O toque cítrico dá uma alegrada no espírito.

Assim como o Daisy, é um perfume super confortável.

Foto: Reprodução

Prada Infusion D’Iris:

Meu favoritão!!

Um perfume elegante, sem ser adocicado.

Prada Infusion d’Iris é capaz de adaptar-se a mulher, expressando toda a sua força, com o frescor, sensualidade e iluminação. A clareza das notas de folha de laranjeira, cedro, incenso, tangerina, e obviamente, o de Íris, que se misturam com perfeição.”

(Fonte: sacks.com.br)

Para algumas pessoas ele pode ser meio desagradável logo que aplicado, um cheiro que lembra um pouco os de loção de barbear antigas. Depois de um tempo, a fragrância se adapta à pele e fica deliciosa e marcante.

Quando estou com ele frequentemente ouço: “Nossa que perfume bom, agradável“.

Assim como os meus outros escolhidos, não incomoda os olfatos mais sensíveis, nem é adocicado demais.

Apesar de ser leve, se mantém na pele o dia todo, por ser um Eau de Parfum.

É daqueles perfumes que dá vontade de ter em litro…rs – por sinal, a marca tem disponível o vidro de 200 ml.

É um dos poucos perfumes que tenho vontade de ter pela vida toda.

Se uso quando estou tristinha ou muito cansada, me traz uma sensação muito agradável, de imediato.

A única limitação é que aqui no Brasil ele custa uma pequena fortuna – R$ 377,  50 ml. Lá fora, esse mesmo volume é vendido a U$ 65.

E vocês, o que usam quando estão se sentindo meio desanimadas?

Acreditam que os perfumes tenham o poder de “levantar o astral”?

 

 Política de conteúdo e divulgação: 
Os produtos e serviços resenhados e mostrados no DZLBLOG pertencem à autora ou são cedidos pelas empresas ou estabelecimentos em cartáter de cortesia e/ou divulgação. 
As considerações feitas sobre os produtos e serviços testados/mostrados refletem as reais opiniões da editora.
Em caso de publicidade, os referidos posts levarão as "tags" #ad ou publieditorial.

5 Comentários

  1. Mali

    25 de agosto de 2009 em 18:28

    Valeu pela dica…. Duty Free que me aguarde hohohoho

  2. rayssa karapeticov

    24 de agosto de 2009 em 20:11

    realmente tem perfumes que marcam né.
    Tem sorteiio no meu blog, aparece lá
    BEijoos
    .-= rayssa karapeticov´s last blog ..1° Sorteio! =-.

  3. Tati

    24 de agosto de 2009 em 11:20

    Ahhhh amei a postagem!
    Vontade de sentir o cheirinho de todos!
    Você já tinha comentado deles comigo, lembra? Só faltou ir na Casino para provar 🙂
    Farei isso sem falta rs O Infusion foi o que mais me deixou curiosa!

    Beijos!
    .-= Tati´s last blog ..Programa “No Limite” – no limite do cabelo… =-.

  4. Daniela Beatriz

    24 de agosto de 2009 em 10:21

    Concordo plenamente com o Infusion D'Iris! Pena que o meu é pequeninho, miniatura de 5 ml (mas já dá pra dar um cheirinho!).

    Outras fragrâncias que sempre trazem conforto quando estou tristinha: Pure Soap e Salt Air do Demeter's Fragrance Library, Shalimar da Guerlain (por ele ter aquela baunilha atalcada que lembra bebê) e o Tarde aux myrtilles do Laurence Dumont, um docinho frutal que embala bons sonhos!

  5. Juliana

    24 de agosto de 2009 em 08:59

    Oie!

    Se vc gosta muito do Prada Infusion D'Iris , experimente o Notre Flore Íris – L’Occitane , é do mesmo estilo 🙂

    Beijos!
    .-= Juliana ´s last blog ..A História dos Perfumes =-.

Deixe sua opinião ou comentário