Posts

Fazendo compras de cosméticos em lojas virtuais dos EUA para entrega no próprio país

compras-online_1

 

 

Nos meus últimos vídeos de comprinhas, comentei que fiz as compras em sites americanos para entrega no próprio país, já que estava com alguém hospedado no local. Nunca havia feito isso – até mesmo por falta de tempo hábil de quem estava no exterior receber os pacotes – mas sei que várias pessoas que viajam utilizam essa prática, seja para economizar tempo nas compras, pela praticidade, para aproveitar melhor a viagem…

Primeira dica: Nem todos os sites aceitam cartões emitidos fora dos EUA. Muitas vezes, você só vai saber desse detalhe dias depois, ao ver que seu pedido foi cancelado pela loja virtual sem nenhuma explicação.

Sites que vendem cosméticos e sei que não aceitam cartões emitidos fora dos EUA: Sephora online, MAC, Macy’s.

[Quem souber de outros sites, basta informar no espaço de comentários que acrescento aqui]

Sites que comprei com entrega nos EUA:

Drugstore.com + Beauty.com: São dois sites combinados.

Durstore Beauty.com logo

No Drugstore tem aqueles produtos de farmácia – cosméticos ou não. No Beauty.com, marcas como NARS, Urban Decay, Cargo, Korres, Shiseido, Smashbox, entre outros (Não tem Benefit, MAC, Clinique, nem Giorgio Armani)

Dependendo da época do ano, você pega promoções bem legais, descontos, frete expresso grátis (dependendo do valor da compra), produtos que dão direito a miniatura de outro da mesma marca.

A vantagem é encontrar praticamente tudo em um site só.

A entrega é feita por UPS (courrier). A vantagem desse tipo de serviço de entrega é que todo o trajeto do pacote é rastreado e até o nome de quem recebeu o pacote é registrado.

Nordstrom:

Um dos melhores sites para a compra de cosméticos. Agrega todas as marcas, até as mais “top” como: Burberry, Giorgio Armani, MAC.

Lá você pode também comprar roupas, acessórios, relógios.

A entrega também é feita por UPS (courrier) e o serviço de atendimento ao cliente da loja é um dos melhores que já conheci.

Sigma:

O site da Sigma é um dos mais procurados, pelo valor do frete ser mais barato que para cá.

A desvantagem (para mim) é que o envio é feito por correios (USPS). Minha recomendação é pedir a entrega via Priority Mailé um pouco mais caro, mas tem rastreamento e seguro em caso de extravio.

Amazon:

A maior vantagem da Amazon é que lá você encontra tudo: livros, eletrônicos, cosméticos…

O que não encontrei nos outros sites, pedi lá.

O site é uma espécie de ebay (sem leilões), com vendedores variados, além de produtos próprios da loja. Portanto, fique atenta ao local que o vendedor está. Se não aparece o local do vendedor, este provavelmente estará na China.

Um dos produtos que pedi, aconteceu isso. Só fui descobrir que o vendedor despachou da China depois do envio feito (apesar das inúmeras tentativas de contato com o mesmo antes disso). Ainda bem que na Amazon a política de compra e venda é rigorosa e assim que contatei o vendedor e expliquei a situação, ele imediatamente fez o reembolso do valor da compra.

Outra grande vantagem da Amazon é a rapidez que os produtos são enviados. Algumas vezes eles despacham o produto mais rápido que você consegue contatar o vendedor (caso que citei acima).

Eles dispõem ainda de um serviço chamado Amazon Prime, onde alguns produtos têm frete grátis, desde que você esteja inscrito no programa  – que é pago, mas no período que fiz as compras estava com um mês de teste grátis.

Por lá comprei livros por preços ótimos e os pincéis Bdellium, que amei (farei resenha deles em breve).

A entrega é feita por UPS ou Correios (USPS), dependendo do vendedor.

 

A Amazon entrega no Brasil, mas soube que os pacotes vindos de lá são muito visados pela receita – com exceção de livros que, teoricamente, estão isentos de tributação pela Receita Federal.

 

Quem souber de outros sites, basta informar no espaço de comentários que acrescento aqui.

 

Todas as minhas compras nessas lojas chegaram no prazo correto, sem problemas nem extravios. Tive a vantagem de ter um tempo maior para realizá-las, já que a estadia de quem estava nos EUA não foi tão breve.

Já li que muitas pessoas fazem esse tipo de compras para entrega no hotel que ficarão hospedadas, antes mesmo de ter efetuado o check in, para economizar tempo nas compras durante uma viagem. Vale conferir se o hotel que você (ou a pessoa da família, amiga) aceita esse tipo de procedimento e optar pelas compras com rastreamento, para a sua maior segurança.

 

Realmente, fazer as compras dessa forma é muito mais prático – seja você que esteja viajando ou para  alguém que trará as encomendas. Economiza um tempão e evita incômodos, como o de fazer o marido/namorado/sogra/mãe/pai/amiga ficar rodando em lojas procurando os produtos para você – algo que só se pede a pessoas com as quais se tenha muita intimidade e paciência…rs

 

Sei que existe um serviço/site chamado Shipto, que recebe seus pacotes nos EUA e te reenvia para o Brasil, mediante o pagamento de uma taxa – parece que U$ 8.50 para cada pacote, mas também tem uma assinatura anual. Ainda não testei, mas pretendo usá-lo em breve para ver como é.

5 Comentários

  1. Joyce

    26 de setembro de 2014 em 11:00

    Drugstore nao envia pro Brazil

    1. Clau

      26 de setembro de 2014 em 12:25

      Sim. Como já diz o título, o post é sobre compras com cartão brasileiro para entrega nos EUA, em hotel ou residência de amigoa e parentes.

  2. Juliano

    2 de julho de 2013 em 23:16

    Boa noite! Gostaria de comprar cosmeticos no EBAY para enviar para o BRASIL! Sabe se é permitido a entrada no BRASIL ?

    1. Clau

      4 de julho de 2013 em 15:04

      Juliano,
      Comprar no ebay para revender no Brasil sem empresa registrada e pagamento de taxa de importação é considerado sonegação fiscal.
      Você pode até conseguir que os produtos entrem no Brasil sem taxação, alguns irão passar pela ANVISA, outros não e uns sequer serão aprovados, caso o uso não seja permitido no Brasil.
      É um risco que se corre procedendo dessa maneira.

  3. Blog Sugoi art

    3 de maio de 2013 em 16:48

    Clau, já testou o puntomio? Vem via SEDEX.

Deixe sua opinião ou comentário