Posts

Não deixe que as tendências da internet te transformem em uma Drag Queen

Drag

 

Não sou de seguir gurus no You Tube, até mesmo pela minha falta de tempo. Mas, ano passado, conheci o Wayne Goss, um guru e maquiador inglês e foi praticamente impossível não virar fã.

Goss é direto e objetivo na abordagem e resenhas, além de ter aquele sotaque maravilhoso!! Já testei várias indicações de produtos e técnicas dele e gostei de praticamente todas.

 

Na semana passada, ele divulgou um vídeo intitulado “Instagram is turning girls into Drag Queens” (O Instagram está transformando as mulheres em Drag Queens), onde ele fala das “tendências” de maquiagens que têm sido criadas pelo Instagram – sobrancelhas super delineadas, excesso de técnicas de contorno e iluminação em “mulheres comuns” e porque ele discorda disso.

Minha vontade foi levantar da cadeira ao final do vídeo e aplaudir dizendo: “Bravo!!”. Sério.

 

Assim como ele – e já comentei isso mais de uma vez – não acho bonito esse excesso de maquiagem postado pelas gurus de maquiagem no Instagram. Nem quando bem feito.

Goss, em um determinado ponto do vídeo diz: “Este tipo de técnica de maquiagem é usado há muito, muito tempo pelas Drag Queens. E maquiagem para Drag Queens servem para transformar, dar uma ilusão de contornos faciais femininos em um rosto masculino. O excesso de uso de produtos “amontoados” e correções está deixando as mulheres com aparência de homens maquiados.

E é exatamente isto!!

Toneladas de sombras, olhos super marcados (e não de forma bonita), sobrancelhas totalmente pintadas, mulher iluminando e escurecendo pontos do rosto até para ir na padaria e, mais recentemente, a mania dos lábios inchados – criaram até um “aparelhinho” para dar esse efeito!

Parem amigas, porque isso tá feio!

 

Assim como Wayne Goss, sou fã da maquiagem clean, aquela com cara de “nasci naturalmente assim, linda, com essa pele abusada“. Um ponto de luz, bronzer nos lugares certos, um bom batom vermelho, um toque de cor sutil no delineado, dão um efeito muito mais bonito (na opinião dele e na minha).

Já usei cores em excesso, fiz côncavo marcado, quase “caí” na ideia das sobrancelhas marcadas.  Isso faz parte do processo de quase todo mundo que apaixona-se por maquiagem e está começando a conhecer texturas, cores e produtos. Mas passa, você acaba encontrando seu ponto de equilíbrio, o que funciona melhor para você.

Acontece que, ultimamente, a falta de ponto de equilíbrio de quem está “ensinando” está deixando muita gente com cara de performista de Las Vegas. E as pessoas que reproduzem isso no dia a dia, profissionais ou não, estão achando tudo muito normal. Cadê senso?!

 

O bom maquiador não é aquele que te enche de produtos. É o que sabe te deixar com uma pele “abuso”, usando apenas base e bronzer. Que só usa técnicas de contorno e iluminação em noivas ou editorial de moda. Que não te faz sair da cadeira com a aparência de quem está usando uma máscara.

Para concluir, reproduzo a frase de abertura usada no vídeo do Wayne Goss que citei:

“Nem toda a quantidade de maquiagem do mundo é capaz de mascarar um coração feio” 

(Kevyn Aucoin) 

 

 Política de conteúdo e divulgação: 
Os produtos e serviços resenhados e mostrados no DZLBLOG pertencem à autora ou são cedidos pelas empresas ou estabelecimentos em cartáter de cortesia e/ou divulgação. 
As considerações feitas sobre os produtos e serviços testados/mostrados refletem as reais opiniões da editora.
Em caso de publicidade, os referidos posts levarão as "tags" #ad ou publieditorial.

2 Comentários

  1. Vanessa Brito

    24 de março de 2015 em 14:04

    Bravo, bravo , bravíiiissimo!! \o/ \o/

  2. Ana Paula

    18 de março de 2015 em 17:03

    Passei por isso no meu trabalho. Chamaram uma maquiadora do Boticário que deveria demonstrar maquiagens em diferentes etnias. Meu chefe pediu que fosse modelo por causa da minha ascendência asiática. Você acredita que eu fiquei melhor na foto do “antes” do que na foto do “depois”? Um horror, ela passou vários produtos, usou pincel que já estava “carregado” de maquiagens anteriores… Fiquei igual uma drag queen, com certeza!

Deixe sua opinião ou comentário