Posts

Pausa nas compras. Os museus de NY merecem atenção

The Metropolitan Museum of Art (The MET)

Imagem reproduzida da Internet

É feio isso que irei dizer agora, mas nunca fui uma pessoa chegada a museus.

Sempre me remeteram à uma chatice absurda e velharia.

Pois agora eu digo a vocês que é porque eu não sabia o que era um museu de verdade.

Comecei minha maratona por museus em um domingo chuvoso.

Primeira parada, Guggenheim:


O museu totalmente com cara de coisa de ficção científica, ganha o coração da gente pela originalidade da construção.

Dentro, onde você vê essas “tiras” na construção são corredores, por onde se desenrola a exposição.

Você vai subindo as rampas e visualizando a exposição.

Quando estive lá, o artista exposto era Kandisnky.

Não é uma visita demorada, em duas horas não sendo um amante detalhista da arte, você conhece todo o museu.

Próxima parada: The Metropolitan Museum of Art (The MET):

Eu digo que minha vida cultural se divide em duas: antes e depois de ter ido ao MET.

O Museu – que também é famoso pelo seu baile de gala e por ser o pit stop favorito do lanche de Blair Waldorf – é enrome e impossível de ser visitado em um dia só.

Nós pegamos o mapa e decidimos o que queríamos ver: Pinturas e esculturas européias do século XIX e as pinturas européias.

O mais legal do MET é que eles não expõem apenas os quadros, esculturas. Eles criam todo o clima do ambiente onde as peças estão, que realmente te remete à época.

Me emocionei ao ver Rafael, Monet e todos aqueles quadros maravilhosos e perfeitos, que normalmente só vemos em reproduções.


Quando estive lá, estava acontecendo uma exposição da arte Samurai, muito legal mesmo.

Quero voltar para conhecer o resto do museu.

 

Terceiro Museu: Museu de História Natural

Esse é bem conhecido pelo filme “Uma Noite no Museu” e pelo seu famoso T-Rex.

Outro de categoria gigantesca, com alas divididas por temas, é todo voltado para estimular a visita e o estudo dos alunos que vão até lá, com laboratórios e salas.

No dia que estive lá, era um dia de aula normal nos EUA e vários alunos em visita, estudando. Pensa que delícia?

A quantidade de ônibus escolares do lado de fora do museu no dia que estive lá.

E uma coisa bem legal do Museu de História Natural – você pode fotografar quase tudo. O que quase nunca é permitido em museus.

T-Rex, na ala dos dinossauros. Perfeito!

Último museu: Museum of Modern Art (MoMA)


Como o próprio nome diz, é todo modernoso.

A começar pela entrada:

Mapas do Museu dispostos em degradê. Cada cor corresponde a um idioma.

O acervo dispõe de obras clássicas, como as “Water Lilies” de Monet e coisas modernosas.

Quando estive lá estava acontecendo uma exposição do Tim Burton, cuja entrada era pela boca de um monstro.

O museu também tem um “jardim” muito legal. Arte embutida por onde você passa, como se fizesse parte do ambiente.


A entrada para um museu em NY custa entre U$ 16 e U$ 20.

Mas você pode fazer o mesmo que fiz, adquirir um City Pass e ir à varias atrações, inclusive os museus. Ótima opção para quem visita a cidade pela primeira vez.

O legal é que evita filas, normalmente gigantes nestes locais.

Vale à pena!

 

 

 
 Política de conteúdo e divulgação: 
Os produtos e serviços resenhados e mostrados no DZLBLOG pertencem à autora ou são cedidos pelas empresas ou estabelecimentos em cartáter de cortesia e/ou divulgação. 
As considerações feitas sobre os produtos e serviços testados/mostrados refletem as reais opiniões da editora.
Em caso de publicidade, os referidos posts levarão as "tags" #ad ou publieditorial.

1 Comentário

  1. Juh

    21 de janeiro de 2010 em 07:35

    que lindo!!! adorei estes museus, morro de vontade de ir a Nova York, e depois dessa estou com mais vontade ainda!

Deixe sua opinião ou comentário