Posts

Pearlglide Pencils, MAC

Imagem: Reprodução

 

 

Se tem uma coisa que nunca dei muita confiança em coleções passadas foi para esse lápis. Mas quando fui fazer o “dever de casa” (= conferir tudo no Temptalia antes de ir à loja) na época que chegou a coleção Art Supplies aqui, bateu a doideira.

Vi os swatches na Temptalia e queria, tipo todos. Tinha até separado uma verba para o estrago…rs

Aí vieram as coleções e nada de os Pearlglide virem para cá, até que duas semanas atrás Dayse me avisa que eles finalmente haviam chegado. Espiei os swatches novamente, respirei fundo e fui à loja conferir. Para a minha sorte, dos 6 tons só chegaram 4 (pelo menos na loja daqui) e desses 4, somente os dois abaixo fizeram meu coração derreter:

 

A foto não ficou muito boa. Desculpa, gente. Meu ap tem uma janela com insulfilm ROXO, o tempo estava meio nublado e não cooperou muito.

Detalhe:

Industrial e Black Line

 

Na pele:

Nessa foto as cores estão bem fiéis

 

A diferença desses lápis para os outros da MAC é que eles são mais macios que os outros lápis da marca, com MUITO brilho e longa duração.

Lembram muito os 24/7 da Urban Decay.

 

Nos olhos:

 

Industrial e Black Line

 

O Industrial é lindo, diferente. Perfeito para aqueles dias sem criatividade ou para variar o básico.

O Black Line lembra o meu amado, idolatrado, salve salve Buried Treasure – aquele Powerpoint que é algo entre o marrom e o preto, com micro brilhos dourados. Diria que ele é uma versão 2.0 com um toque a mais de brilho, maciez e cor.

Fiz a comparacão para vocês verem:

Assim, a diferença é quase nenhuma né?

 

Na pele:

 

O Black Line tem é mais pigmentado. Já o Buried tive que reforçar a cor para chegar nesse tom da foto.

 

Conclusão: O Black Line é quase preto, com os brilhos bem ressaltados. Acho que fica melhor para noite.

Ele fica exatamente no tom que esperava que ficasse o fluidline (delineador em gel) Blitz & Glitz (preto com brilhos dourados) – que não é vendido aqui no Brasil.

Já o Buried é mais coringa. Dá para usar de dia ou à noite, quando você quer mais impacto de cor, sem ficar pesado demais.

 

Para a loja daqui de Brasília ainda vieram os tons: Almost Noir (um tom de uva, que é gêmeo do 1999, da Urban Decay) e Designer Purple (violeta).

Na Sacks tem link como se este lápis fossem começar a ser vendidos, já há duas semanas, mas nada deles em estoque.

O preço de cada lápis é R$ 69.

Já não podem ser encontrados mais lá fora, por serem de Ed Limitada (Coleção Art Supplies). No site americano da MAC só tem o Almost Noir (uva) disponível.

 

Pra quem quer lápis “glamour” os Pearlglide são ótimas opções. Só corram porque deve ter loja que nem tenha mais deles.

Aqui em Brasília, por exemplo, só restou o Black Line


4 Comentários

  1. Ju Laur

    26 de outubro de 2010 em 23:57

    O Black Line esta de volta agora na colecao Tartan Tale…

  2. Cathy

    29 de setembro de 2010 em 07:51

    Amo o Black Line, os brilhos dourados deixam-no puxando para o verde.

    Ah, o Almost Noir não é uva, é bordô 😉

  3. Gabi S.

    29 de setembro de 2010 em 06:19

    Oi Clau!!

    Adorei o Black Line!! Lindo,lindo,lindi!!

    Mas olhando o swatches do Temptalia me encantei com o Undercurrent!! Ele é um arraso!!!

    Beijos

    1. Clau

      29 de setembro de 2010 em 07:19

      Gabi,
      O Undercurrent estava na minha lista "para ver melhor", mas não veio para cá. Nem ele, nem o azul marinho.
      Mas algo me diz que o lápis Covet, da Urban Decay, possa dar um efeito parecido.

Deixe sua opinião ou comentário