Posts

Resenha: Pro Longwear SPF 20 compact foundation, MAC

2014-08-23 19.53.13

 

Foi lançada na semana passada no Brasil a base compacta da linha Pro Longwear (MAC):

A base compacta de longa duração Pro Longwear SPF 20 proporciona a mesma incrível duração de 10 horas da base líquida Pro Longwear Foundation, mantendo a pele fresca, perfeita e livre para respirar. A base compacta é perfeita para retoques no caminho.

Disponível em 17 tons.

Preço: R$ 139

Textura:

Base Pro Longwear Compacta NW30

[Dica: mantenha essa tampa metálica para tentar evitar a oxidação do produto]

 

Base Pro Longwear Compacta NW30

 

A textura seria o que outras marcas chamam de “creme a pó”, cremosa mas, com um acabamento saquinho, aveludado que lembra o de um pó.

 

Efeito na pele:

 

Pele sem maquiagem (nem primer)

 

Após a aplicação da base Pro Longwear compacta NW30

(Apliquei usando o pincel duo fiber 130, MAC)

Comparação com a Pro Longwear líquida:

 

Bases Pro Longwear NW30 nas versões compacta e líquida

 

Comparação das texturas das bases Pro Longwear NW30 nas versões líquida (cima) e compacta (baixo)

 

Comparação das texturas das bases Pro Longwear NW30 nas versões líquida (esquerda) e compacta (direita)

 

Comparação das texturas das bases Pro Longwear NW30 aplicadas na pele. Versão compacta (esquerda) e líquida (direita)

Avaliação geral: 

É uma base bem leve, bem mais que a líquida.

A textura é uma delícia de aplicar e a pele fica com a aparência semelhante a daqueles filtros de fotos, tipo “Perfect 365”.

Quem tem pele oleosa, a chance de gostar dessa base é grande, porque o acabamento é bem sequinho.

Já quem tem pele seca, com marcas de espinhas ou com pontos de ressecamento, dependendo do que você usa sob ela (primer, filtro), esses pontos aparecem mais.

Transfere bastante, especialmente em dias de muito calor, onde a base vai saindo e não dura tanto tempo quanto a marca promete. Porém, dependendo de como você prepare sua pele, a durabilidade é maior.

Pude avaliar bastante a durabilidade e textura, com diversas preparações da pele:

 

Primeiro dia: Base sem primer.

Apliquei com a pele limpa como habitualmente faço, porém, sem primer, filtro solar nem pó de acabamento. Apenas sobre a pele hidratada.

Ficou com a aplicação bonita, mas marcou os pontos de ressecamento.

Como esperado, não resistiu ao dia todo. Teria sido necessário um retoque na hora do almoço – e essa base permite isso, pela sua textura.

 

Segundo dia: Com primer hidratante

Usei o em gel da Smashbox. Somente ele sob a base.

Marcou os pontos de ressecamento, porque, mesmo sendo hidratante, a textura desse primer é bem leve.

Também não resistiu ao calor. Também teria sido necessário um retoque na hora do almoço.

 

Terceiro dia: Com primer comum, usando a técnica do Wayne Goss (veja aqui), com pó finalizador sobre o primer, antes da base.

Usei o primer da NARS e o pó HD da Make Up For Ever.

Foi a combinação que deu o melhor resultado, tanto em acabamento quanto em durabilidade.

Resistiu bem ao calor e, para o meu gosto, não achei que necessitou de retoque.

 

Quarto dia: Sobre o filtro solar 

Usei o filtro da Sunlace, que veio na Glambox desse mês. Somente a base sobre o protetor.

Foi a pior combinação. Tive que aplicar mais base, porque o protetor parece que não deixava a base aderir direito.

E, no meio do dia, no calor, a base praticamente desapareceu.

 

Conclusão:

Quem tem pele oleosa e gosta de leve cobertura, irá gostar da base. Minha dica é usar um primer matificante por baixo.

Quem tem pele seca, irá achar a base seca demais (opinião da Renata, que tem a pele mais seca e testou a base). De repente, no verão, com o tempo mais quente e úmido essa base funcione melhor para este tipo de pele.

Quem gosta da Studio Fix, é provável que goste desta base, porque o acabamento é mais aveludado, mais natural.

A melhor maneira de aplicá-la é com a esponjinha que vem nela. Mesmo que o pessoal na MAC diga o contrário, teste com esponja. Descobri isso quase no final da minha e achei o resultado na pele bem melhor que aplicando com pincel.

Quanto à durabilidade, não é tudo que a marca promete, especialmente em um país de clima tropical, como o nosso. Porém depois de ler a descrição, me pareceu que essa base é mais para retoques, o que justifica a durabilidade mais curta.

Não oxidou (quer dizer, ficou mais escura depois de um tempo), mesmo sem primer e com muito calor. Ponto positivo, porque a Studio Tech oxida muito, até se a embalagem ficar sem a proteção metálica, mesmo que você não use.

No fim das contas, gostei, mas esperava mais. Tem acabamento natural, cobertura razoável, FPS, pode ser retocada sem parecer argamassa. Se usar a técnica do primer + pó finalizador antes, o resultado é bem melhor. Acredito que usando o Porefessional da Benefit o resultado seja bem parecido (não pude testar com ele, e é bem difícil usá-lo nessa época seca aqui em Brasília).

Não sei se recompraria.

Para a aplicação, sugiro o pincel 130 da MAC ou uma esponja no estilo da Beauty Blender.

130 cerdas

Pincel 130 MAC

 

A Base  Pro Longwear compacta está à venda nas lojas físicas da MAC (RJ, SP, Campinas, Ribeirão Preto, BH, Uberlândia, Vitória, Salvador, Recife, Belém, Porto Alegre, Curitiba, Goiânia e Brasília), na loja virtual da marca e na Sephora online (lá consta como pó compacto).

 

13 Comentários

  1. Danila

    23 de fevereiro de 2015 em 15:20

    Clau amei a resenha!!!!
    Cliquei no link pra assistir o vídeo da tecnica do Wayne Goss mas não sei inglês. Se você puder dar uma explicadinha rápida sobre essa técnica será ótimo! Obrigada! Bjos

    1. Clau

      23 de fevereiro de 2015 em 21:22

      A técnica consiste em aplicar seu primer habitual e, depois dele, aplicar o pó finalizador (como: HD da Makeup For Ever, Banana Powder, Prep+Prime Tranparent, por exemplo) no rosto todo e, daí aplicar a base.
      Para quem tem pele oleosa, base que transfere e oxida, é excelente.

      Bjs

  2. Elaine

    1 de setembro de 2014 em 23:01

    Adorei clau ! Obrigada pelas informações. Estou em busca de uma base de longa duração, que não acumule nos pontos secos, acho que esta não vai dar certo para mim. Beijos

  3. Maggie

    1 de setembro de 2014 em 16:19

    Também me seguro com bases da MAC. Das que testei e usei a que mais gosto é a fix powder. Interessa-me conhecer a studio tech para comparar com essa prolongwear creme a pó e saber a diferença.

    1. Clau

      1 de setembro de 2014 em 20:00

      São diferentes. A Pro Long tem o acabamento bem sequinho.
      A Tech é bem cremosa, mas não tem acabamento iluminado, como a Mineralize compacta. Ela é o meio-termo entre a Mineralize e a Pro Long.

    2. maggie

      2 de setembro de 2014 em 17:27

      A tech e a mineralize somem? Ou deixam os poros aparentes como a studio sculpt? O que achas?

      1. Clau

        3 de setembro de 2014 em 13:56

        Maggie,
        A sculpt é muito densa, por isso marca tanto.
        A Mineralize some, a Tech some, mas um pouco menos. Ambas (pelo menos em mim), não deixam poros aparentes, pelo acabamento mais aveludado.

    3. maggie

      4 de setembro de 2014 em 16:35

      o/ a louca da base, eu!
      Desculpa, ocorreu-me outra dúvida: como tratamento, benefício para a pele dos quarenta, qual melhor, mineralize, tech ou prolong?

      1. Clau

        6 de setembro de 2014 em 18:57

        Sem dúvida, Mineralize. Todos os produtos da linha têm a fórmula enriquecida com 77 minerais.
        Recomendo experimentar. Em mim, a textura dos mineralize marca linhas.

  4. basemaniaca

    30 de agosto de 2014 em 22:56

    Ah acho que essa eu vou gostar!! Tenho muita frustração com as bases da Mac. Até hoje a única que eu gostei mesmo foi a Face and Body…
    Bjs

    1. Clau

      31 de agosto de 2014 em 20:42

      Se você gosta da Face and Body porque ela é leve, pode gostar desta. Mas, se você gosta também do efeito “molhadinho” dela, não sei se gostará da Pro Long.
      Se sua pele não for oleosa, recomendo experimentar.
      Bjs

  5. Fernanda Maciel

    29 de agosto de 2014 em 23:43

    Tenho muita vontade de usar esses produtinhos da MAC, pois sempre vejo resenhas muito boas. O problema é eu abrir o bolso. =(

    Bjs.

    1. Clau

      30 de agosto de 2014 em 08:27

      Base é um dos produtos que acho que vale à pena investir.
      E sempre tem a opção de encomendar para quem traga de fora, aqui tem a opção de parcelar…
      Bjs

Deixe sua opinião ou comentário